Pharma Consult

Consultoria Farmacêutica especializada em Manipulação Veterinária

Quer ser bem sucedido? Ame o que você faz!

Você já ouviu falar que é preciso amar o que faz?

Pois é! Este parece ser o segredo do sucesso.

Como disse o grande Steve Jobs: ” Para se ter sucesso é necessário amar de verdade o que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o lado racional, você simplesmente desiste. É o que acontece com a maioria das pessoas”.

Para ter sucesso temos que insistir, persistir e nunca desistir.

No setor magistral veterinário não poderia ser diferente, certamente você irá fracassar.

Poxa, eu já perdi as contas de quantas vezes fracassei e depois de quase 10 anos, ainda fracasso.

Mas se tem uma coisa que aprendi é que devo transformar as minhas dificuldades em oportunidades.

Pode parecer que cheguei longe, mas estou no começo, tenho muito a evoluir, aumentar meus esforços, minha dedicação, trabalhar duro…

O caminho é longo e cheio de desafios.

Mas apesar de tudo, me sinto realizada, em batalhar por algo que amo.

Por isso a dica de hoje é: Somente entre neste mercado, por amor.

Não existe outra maneira, é preciso amar para ir além, para trabalhar mais…

Faça com amor e não perca o seu valor.

Um grande abraço,

Camila

 

Você manipula produtos para animais e não possui registro no MAPA?

Saiba que você poderá ser penalizado, isso mesmo!

Para manipular produtos veterinários a farmácia deve estar habilitada no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), note o que diz o Decreto nº 5053/2004, art. 4º: “Todo estabelecimento que fabrique, manipule, fracione, envase, rotule, controle a qualidade, comercie, armazene, distribua, importe ou exporte produtos de uso veterinário para si ou para terceiros deve, obrigatoriamente, estar registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para efeito de licenciamento.”

Essa regra vale para manipulação de qualquer produto para animais, mesmo que seja um produto de uso comum humano e veterinário.

Enalteço que além do aspecto legal, existe o aspecto técnico.
Os animais possuem particularidades e propriedades fisiológicas restritivas, dessa maneira, alguns insumos utilizados na manipulação humana podem ser tóxicos para os bichinhos.

Por isso se você quer manipular produtos para animais na sua farmácia, habilite-se no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA (Este artigo pode lhe ajudar:  http://www.pharmaconsult.com.br/como-faco-para-habilitar-minha-farmacia-para-manipulacao-veterinaria/)

E procure conhecimento técnico, pois não basta possuir o registro, os animais possuem particularidades que precisam ser respeitadas.

Afinal, os nossos amiguinhos merecem o melhor cuidado!

Até a próxima!

 

Prepare-se! Manipulação veterinária é coisa séria!

Como disse o consultor Wagner Ferrarezi: Não enfrente uma batalha que você não está preparado para vencer!
É fato! Almejar, esforçar, realizar!
No segmento magistral veterinário não poderia ser diferente. A natureza do sucesso exige ética, estudos e muito trabalho duro.
Percebo um crescimento exponencial do segmento o que me inspira, afinal terei muito trabalho, mas não posso esconder minha preocupação com as perspectivas futuras.
Podemos nos aprimorar, formular com segurança, inovar, respeitando as características de cada cliente seja ele de patas, pelos ou penas…construir um futuro brilhante como deve ser…ou
Ou…?
Meu post hoje é para você que atua ou pretende atuar neste segmento apaixonante.
Sua farmácia está legalizada? Você está devidamente registrado no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento para manipulação veterinária?
Você formula especialmente para animais ou extrapola formulações de uso humano? Você conhece as características de cada espécie? Propriedades fisiológicas restritivas? Toxicologia?
Ou…?
Seja você o responsável pela consolidação deste mercado.
Faça o que puder, de onde estiver.
Prepare-se!

Os próximos posts irão ajudá-lo.
Conte comigo! Vamos juntos!

Como faço para habilitar minha farmácia para manipulação veterinária?

1ª ETAPA: IDENTIFICAR A DEMANDA POR PRODUTOS VETERINÁRIOS EM SUA REGIÃO

Nesta etapa você vai fazer um levantamento dos ativos que pretende trabalhar. Para tal, você pode se basear nas receitas que eventualmente aparecem, e também em uma pesquisa de mercado com os médicos veterinários de sua cidade e da região, identificando o que eles mais prescrevem. Depois de listar os ativos, você deve pesquisar a classe da susbtância. Este procedimento é importantíssimo para a próxima etapa, pois, as estruturas físicas requisitadas pela legislação, são baseadas nesta definição, ou seja, são os ativos que você vai manipular que irão definir a estrutura física que você precisará ter.



2º ETAPA: LER E COMPREENDER A LEGISLAÇÃO E SUAS REQUISIÇÕES

Primeiramente, recomendo que vocês estudem as seguintes legislações:

-Decreto nº 5053/2004

-Instrução Normativa nº 11/2005

-Instrução Normativa nº 25/2012

-Instrução Normativa nº 41/2014

Sobre estas, nos cabe esclarecer:

De acordo com a Instrução Normativa nº 41/2014 pode-se manipular, no mesmo laboratório, preparações humanas e veterinárias. Isso mesmo! Você, que já tem uma farmácia magistral e manipula medicamentos e produtos de uso humano, também pode manipular produtos de uso veterinário.
ATENÇÃO: esta normativa não lhe isenta da obrigatoriedade de possuir autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, para a manipulação de medicamentos e produtos para animais. Afinal, da mesma maneira que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA precisa conceder autorização para seu estabelecimento manipular medicamentos e produtos para humanos, o MAPA precisa lhe autorizar manipular medicamentos e produtos para os animais, ainda que estes sejam de uso comum. Note o que diz o Decreto nº 5053/2004, art. 4º: “Todo estabelecimento que fabrique, manipule, fracione, envase, rotule, controle a qualidade, comercie, armazene, distribua, importe ou exporte produtos de uso veterinário para si ou para terceiros deve, obrigatoriamente, estar registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para efeito de licenciamento. ”

Para manipular produtos das classes: penicilâmicos, cefalosporínicos, citostáticos, hormônios e pesticidas, é obrigatória a existência de instalações separadas, dotadas de sistemas de ar independente, para a fabricação de cada um, sendo permitido a produção em campanha, nas mesmas instalações, para produtos da mesma classe terapêutica e mesma natureza, desde que sejam adotadas as precauções específicas e sejam realizadas as validações de limpeza e de descontaminação necessárias,
Para manipulação de medicamentos controlados (mencionados na IN 25/2012), é necessário ter a Autorização do MAPA.
Portanto, se você não tem como ampliar sua farmácia, você terá que definir as classes que pode manipular, de acordo com a estrutura que você já possui.

Como podemos notar, não existe desculpa para não manipular medicamentos e produtos vet, pois, a maioria deles pode ser formulada com ativos de uso comum (humano e veterinário). E isso significa que, com sua atual farmácia magistral, certamente você consegue atender muitas demandas do mundo veterinário, é só solicitar de maneira correta a autorização do MAPA para começar a atuar neste segmento.

Então pesquise, leia, compreenda e vamos planejar! E, se tiver alguma dúvida, fale conosco. Estamos dispostos a participar ativamente do sucesso de seu negócio neste novo mundo da manipulação veterinária!

E não deixe de acompanhar o blog: na próxima sexta-feira vamos falar sobre as adequações necessárias na estrutura, procedimentos e registros exigidos pelo MAPA.

Veja o post completo…